A Era do Radio

Houve uma epoca,ainda sem a presença da televisão
que o rádio era um fenomeno de audiencia, grandes
estações eram conhecidissimas e idolatradas como
as radios, mayrinke weiga, no rio de janeiro,radios
nacional,tupi,record,nove de julho,entre outras na capital de
são paulo e no interior a radio aparecida lá da terra dos
romeiros,esta então ,aparelho de radio que não a
conseguisse sintonizar não tinha valor nenhum!
a radio mayrink weiga era por causa de um programa
chamado,a turma da maré mansa que tinha o maior
elenco de comediantes do Brasil na epoca dentre eles
o zé trindade.
as radios de são paulo eram por causa dos programas
sertanejos ao vivo todas as noites.
me lembro da radio nacional que tinha dois grandes
comunicadores,edgar de sousa e nhô zé.
aqui nas nossas minas gerais tinha a radio inconfidencia
de grandes transmissões esportivas e do programa a hora
do fazendeiro,conhecida como a gigante do ar.
tinha tambem a radio atalaia de otimos locutores que
faziam programas quase só de musicas de sucessos da
epoca.
mais proximo aqui da minha cidade tinha a radio difusora
de itapecerica que transmitia todas as tardes o programa
zé do morro na vila,por onde começaram a famosa dupla
sertaneja, gino e geno.
e por fim a então ZYH-2 radio cultura de divinópolis de grandes locutores como,clovis jr.nhô dito,fiico e o saudoso
josé fernandes aquele que foi jurado do programa de calouros
do silvio santos.
estou falando isto a respeito da epoca do radio,porque era comum nós que não tinhamos rádio naqueles tempos,pois
radio era um objeto de luxo,irmos todas as noites para a
casa de um vizinho nosso ouvir este aparelho que o tempo
e a evolução jamais irá conseguir tirá-lo de moda!

Visitante

Seja benvindo a este blogg a sua visita é de grande importancia para nós, muito obrigado e que Deus esteja contigo!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

O GATO DO MEU TIO.

Meu tio vivia num sitio no local chamado de ponte cadeira,não sei o porque do nome
mas era isso mesmo.
ele tinha um irmao que morava no corrego do marcelino,outro nome meio estranho,
um dia ele arreou um cavalinho cana pau magro que dava dó e foi visitar o antonio,
ficou por lá o dia todo,almoçou tomou cafe contou bastantes pataquara um pro outro
e lá pelas tantas quando o sol faltava umas tres braças para se por ele cismou de ir embora.
meu outro tio em forma de retribuir a sua visita lhe deu um gato muito bonito gordo e peludo.
chegando em casa o tizé descobriu que o bichano era purga pura.
preocupado ele foi logo tratando de dar cabo naquelas purgas,minha tia(delade)tinha visto falar
que querosene era tiro e queda pra acabar com os terriveis insetos parasitas.
num deu outra, meu tio pegou um litro do liquido que era de abastecer as lamparinas e jogou
quase tudo no corpo do esperto bichano.
como este tipo de liquido coça muito o bichano se desesperou com a coceira e arrancou de quinta
mas como meu tio estava sentado no rabo do fogao de lenha o gato passou perto do fogo e se ascendeu
em chamas correndo pro quintal abaixo, embrenhou em meio uma grande moita de cana
provocando um grande incendio e se queimando todo em meio o canavial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário